VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 13º | 21º
Terça-feira | 12 de Dezembro de 2017 02:13

Parto normal: é preciso lutar por ele 20/11/2014


Por: Michele

20/11/2014

Na semana passada abordamos as vantagens de se ganhar um neném através do parto normal. Vimos que são inúmeros os benefícios tanto para a mãe quanto para o bebê, quando o nascimento de uma criança ocorre de forma natural.

Mas, se o parto normal é, definitivamente, a melhor opção para um nascimento, porque a grande maioria das gestantes opta pela cirurgia da cesariana?

Apesar do SUS (Sistema Único de Saúde) estimular os partos normais, a grande maioria dos atendimentos particulares e através dos planos de saúde não segue a mesma conduta. Isso porque, infelizmente, muitos profissionais almejam mais lucro na hora de realizar a cirurgia cesariana – que tem durabilidade muito menor que o trabalho de parto e dá menos trabalho à equipe de enfermeiros.

Além disso, as mamães se iludem achando que a cirurgia causa menos dor, mas o que elas não avaliam é que a recuperação do parto normal é muito melhor, mais rápida e prática – além de todas as vantagens já descritas no texto anterior.

Neste sentido, qual a melhor conduta de uma gestante, para que ela consiga realizar o parto normal no Brasil, sem frustrações e sem ser convencida do contrario?

Pesquise um médico que apoie o parto normal, que seja adepto dessa conduta. Antes mesmo de engravidar é importante que você saiba sua trajetória profissional para não ter surpresas prestes a dar à luz.

Pense na possibilidade de contratar uma Doula – profissional que lhe auxiliará antes, durante e depois do parto, tirando dúvidas, realizando um plano de parto, explicando como a gestante deve se preparar para o grande momento (através de exercícios para o assoalho pélvico, para a respiração e até para a mente).

Visite e se informe sobre os hospitais da sua cidade, avaliando qual possui a melhor infraestrutura para a gestante que estará em trabalho de parto – lembrando que a presença de um acompanhante é um direito da parturiente.

Veja a seguir alguns mitos sobre o parto normal:

Mamãe de gêmeos, não pode ter um parto normal.
A vida sexual fica comprometida.

Depois de uma cesárea, a mulher não pode ter um parto normal.
O bebê está com o cordão umbilical enrolado.

Pesquise, busque e se informe. Nos dias de hoje não basta querer um parto normal, há que se lutar por ele.

1686 visitas








Sua Opinião