VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 12º | 22º
Quarta-feira | 22 de Novembro de 2017 23:26

Alunos participantes de Iniciação Científica apresentam projetos em feiras

Alguns alunos que participam do projeto de Iniciação Científica no Colégio Sesi participaram de Feiras de Ciências apresentando seus projetos. O intuito do projeto é instigar a resolver problemas da sociedade, por meio da pesquisa científica

Por: Redação

Alguns alunos que participam do projeto de Iniciação Científica no Colégio Sesi participaram de Feiras de Ciências apresentando seus projetos. O intuito do projeto é instigar a resolver problemas da sociedade, por meio da pesquisa científica.

Entre os dias 24 a 26 de outubro os alunos Anna Caroline Vieira, Antony Fedalto e Milena Vieira apresentaram suas ideias na 2ª Feira de Ciências Jr. da PUCPR com o projeto “Produção de bioetanol a partir do maracujá”. O objetivo do estudo consiste em propor uma fonte alternativa para produção de biocombustível a partir de um material usualmente descartado em processos industriais, analisando a viabilidade do processo de extração do etanol a partir da casca do maracujá, bem como a sua eficácia energética e econômica. O tema chamou muito a atenção dos professores avaliadores e visitantes, sendo assim, a equipe conquistou a 2ª colocação na categoria Ensino Médio e Técnico Livre.

Além dessa, outra equipe formada pelos alunos Alessandra Akemi Fragoso, Amanda da Silva Maloste, Jéssica Cristina Burda e Nickolas Kusnierik participam da 2ª Olimpíada de Ciências do Colégio Sesi-PR. Nesta, os alunos desenvolvem um aparato tecnológico que contribua com a redução do desperdício de alimentos e com a geração de resíduos. Até agora a equipe está na terceira fase com a 10ª colocação.

De um dos desafios da Olimpíada, surgiu a proposta do “Uso do sabugo de milho para substituição do poliestireno”, e a mesma foi selecionada e foi apresentada na VI Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (Ficiências). O objetivo do desenvolvimento deste produto é propor uma forma de substituir o uso do isopor por um material totalmente biodegradável, o sabugo do milho, que possui baixa taxa de reaproveitamento, tanto nas indústrias quanto no uso doméstico.

471 visitas








Sua Opinião





  • Por fernada - 15 Novembro 2017 | 14h01min

    NOSSA QUE GATINHO QUE VC É. VC TEM NAMORADA?
    POR QUE SE NÃO VIVER EU VOU TER QURER VC É MUNTO GATINHO e como é teu nome?