VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 17º | 30º
Terça-feira | 21 de Fevereiro de 2017 04:30

Pedido de ajuda

Aos 15 anos de idade,  o jovem Felipe de Matos Leão, residente  no Jardim Elvídia, foi vítima de tentativa de homicídio, tendo sofrido ferimentos que o deixaram paraplégico. A família pede ajuda para cuidar dele.

Por: Luis Augusto Cabral

29/12/2016

Aos 15 anos de idade,  o jovem Felipe de Matos Leão, residente  no Jardim Elvídia, foi vítima de tentativa de homicídio, tendo sofrido ferimentos que o deixaram paraplégico. Ele ajudava o pai em trabalhos de jardinagem e, agora, sua família enfrenta dificuldades para cuidar dele. São necessárias fraldas, óleo de girassol, placa (que vai no glúteo) entre outras coisas. Mas o que ele e a família mais necessitam, é da ajuda de alguns especialistas como um médico neurologista, que possa acompanhá-lo e recomendar uma possível cirurgia na coluna, com o objetivo de devolver-lhe os movimentos das pernas.

Tatiane, a irmã, em seu apelo aos campo-larguenses, explica que, como já faz tempo que ele está desabilitado, o medo é que os nervos se atrofiem e ele não possa mais voltar a andar. Ela adianta que o rapaz está  fazendo fisioterapia, mas são poucos minutos, por dois dias da semana. Isso  quando a família ou algum  vizinho consegue levar ele nas consultas, pois nunca conseguem uma ambulância para fazer esse procedimento (consultas ou realização de exames). Para  não perder as poucas vezes que têm o tratamento, a família muitas vezes tem que chamar táxi para levá-lo.

Ela explica que o rapaz precisa também fazer alguns exames, que com a graça e ajuda de algumas pessoas que conseguiram rapidamente um Urologista  para avaliação, pois se encontra também com uma sonda vesical. Esse especialista precisa urgente que os exames solicitados sejam feitos, e o SUS não cobre. A família não tem muitas condições financeiras.

“Sei que existem pessoas boas de coração e se alguém puder ajudar e quiser doar qualquer coisa ou qualquer valor ou  até mesmo ir fazer uma visita, por favor entrar em contato pelos telefones (41) 99715-8059 / (41) 98860-8510 Tatiane (irmã ); (41) 99674-1904 Amarildo (Pai); Rua José Ney Manfron, 94, Jardim Euvidia, próximo à Polovi, Fábrica.”

Tatiane  não falou, mas a Reportagem percebeu que, como o rapaz era uma espécie de arrimo da família, trabalhava ajudando o pai em jardins e em outras atividades produtivas, o dinheiro que deixou de entrar, com a tragédia que a família enfrenta, faz muita falta. Há, sim, muita necessidade de gêneros alimentícios e recursos para custear os exames.  Quem puder ajudar, entre em contato com a família
Felipe foi baleado com vários disparos, por volta das 2h50min da madrugada de 07 de agosto, na rua José Ney Manfron, no Jardim Elvidia.  Ele foi alvejado por cinco disparos, sendo dois nos braços e três no tórax. A Polícia ainda não tem pistas de quem efetuou os disparos. O adolescente foi socorrido pela equipe médica do Samu e encaminhado para o Hospital do Rocio, em estado grave. Agora ele tenta se recuperar e pede ajuda da população.

10951 visitas








Sua Opinião





  • Por Tatiane - 21 Janeiro 2017 | 11h14min

    DEIXO AQUI EM NOME DA FAMILIA AGRADECIMENTOS AS PESSOAS QUE AJUDARAM E Q AINDA ESTAO AJUDANDO.
    MUITO OBRIGADO.
    PEÇO MUITO A DEUS QUE AS AUTORIDADES PEGUEM LOGO O BANDIDO QUE FEZ ISSO COM MEU IRMÃO.(ISSO Q SE TORNOU AGORA)

  • Por Marcos - 17 Janeiro 2017 | 18h26min

    Entrega da cadeira de banho ao Felipe feita pela rede Athos
    https://www.youtube.com/watch?v=wrDNGm0-iAM

  • Por Marcos Gessinger - 02 Janeiro 2017 | 18h39min

    Algum destes número tem Watzap? Se não tiver me manda uma mensagem ou ligue 41 9746 5971

  • Por Marcos Aurélio - 02 Janeiro 2017 | 18h28min

    Quando tem caso de morte ou para falar mal de algum político um monte de gente comenta, faz questão de falar um monte de besteira mas numa situação desta, não existe um sequer comentário de uma boa alma para ajudar... Infelizmente não posso ajudar com dinheiro no momento mas vou anunciar esta notícia em grupos do face para ver quem pode ajudar...