VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 17º | 30º
Terça-feira | 21 de Fevereiro de 2017 04:30

Marcelo Puppi é recebido por Beto Richa

Marcelo Puppi esteve com Beto Richa, com quem conversou sobre as demandas de Campo Largo. Na semana anterior, prefeito e vice eleitos estiveram em Brasília.

Por: Assessoria

21/11/2016

O prefeito eleito de Campo Largo, Marcelo Puppi e o vice, Maurício Rivabem, não estão medindo esforços para que, a partir de janeiro, o Município possa viver uma nova realidade. Na semana passada os dois estiveram em Brasília no Seminário Novos Gestores da Região Sul, que contou com a presença dos prefeitos eleitos e abordou diversos temas, entre eles desenvolvimento econômico, territorial, social, financiamento da gestão pública, organização administrativa, responsabilidade fiscal, entre outros.   

Na ocasião Marcelo e Maurício estiveram com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, e conversaram sobre soluções para Saúde em Campo Largo. O Senador Álvaro Dias abriu as portas de seu gabinete, em Brasília, e mostrou-se um grande aliado que intercederá pela cidade junto ao Governo Federal. Marcelo disse que ficou muito satisfeito com a receptividade de Álvaro Dias e da sua disponibilidade de ajudar Campo Largo.

Na quarta-feira (16), Marcelo esteve com o governador Beto Richa, com quem conversou sobre as demandas de Campo Largo que dependem do Governo Estadual. Entre as questões abordadas estão os asfaltos do Salgadinho, Rebouças e Campina, a situação da Polícia Militar, a revitalização do Parque do Mate, as alas desativadas do Hospital Infantil e sobre as trincheiras do Jardim Guarani e do Cercadinho. O governador, ciente de todas as questões acerca do município, instruiu o prefeito eleito para que fale em seu nome com os Secretários de Estado e inicie, dessa forma, os trabalhos necessários perante as demandas expostas.

Marcelo Puppi disse que nunca imaginou que ele e Maurício teriam tanto trabalho entre a eleição e a posse. “Campo Largo precisa de muita mudança, tem muita coisa a ser feita, e todos sabem disso. Não vamos parar, continuaremos trabalhando para que a cidade já comece a mudar a partir de janeiro. Todo esse trabalho é recompensador quando sabemos que a cidade entende isso e caminha do nosso lado nesse momento. É extremamente importante estarmos recebendo os apoios necessários, e continuaremos trabalhando para isso.”

Para Maurício Rivabem, a busca de recursos dos governos estaduais e federais é essencial agora. “Diversas questões em que temos muita dificuldade em nossa cidade podem ser solucionadas mais facilmente com a ajuda do Governo Federal. Postos, creches, escolas, asfaltamento, melhorias no interior, não tenho dúvidas de que vamos prosperar.”

1950 visitas








Sua Opinião





  • Por Edson - 02 Dezembro 2016 | 09h56min

    Que continuem assim, buscando alternativas e sempre com disposição para um trabalho árduo traduzindo em benefícios em prol do município. Campo Largo precisa se modernizar, melhorar o saneamento básico, ter esgotos e asfalto em todas as ruas, respeito ao meio ambiente. Espero que ao chegar ao fim do mandato o balanço seja positivo e muito além pois esta cidade está aquém em vários setores, e quem sabe é o povo que sofre...

  • Por anonimo - 22 Novembro 2016 | 17h29min

    tem tantos poblema, e uma delas é mudar as emprezas que faz limpeza da coleta de lixo ta uma porcaria é só gente reclamando.