VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO  | 25º
Terça-feira | 25 de Julho de 2017 15:42

Ervas 22/04/16


Por: Ana Lúcia
As ervas vêm sendo usadas por muitos povos e culturas, desde a antiguidade, como principal forma de tratamento e manutenção da saúde. Atualmente, com o desenvolvimento da tecnologia, aliado ao interesse em se confirmar o conhecimento da medicina popular, o valor terapêutico das ervas vem sendo pesquisado e ratificado pela ciência e seu uso diário dentro das preparações ou na forma de chás vêm sendo incentivado. Segue abaixo as propriedades terapêuticas e dicas de uso de algumas ervas:
 
Tomilho
Princípio ativo: timol
Propriedades funcionais: devido à presença do timol, há função antifúngica, anti-inflamatório e antiaterogênica (inibe a agregação plaquetária).
Dicas: Utilizado em carnes, frango, molhos, tubérculos, sal temperado, marinados e assados.
 
Salsa
Princípio ativo: glicosídeos, flavonoides, óleo essencial (rico em apiol e miristicina).
Propriedades funcionais: a salsa por conter flavonoides, possui antioxidantes que previnem o câncer. Além disso, os componentes químicos da salsa agem na circulação impedindo a formação de trombos e coágulos que podem entupir os vasos e causar derrames. A salsa também tem atividade anti-inflamatória, devido a presença de óleo essencial.
Dicas: tanto as folhas como os talos da salsa são usados para realçar o sabor de peixes, frutos do mar, carnes vermelhas, aves, legumes, ovos, sopas, molhos, massas, enfim, em quase todos os tipos de pratos salgados.
 
Alecrim 
Princípio ativo: óleos essenciais (canfeno, pineno, cineol, borneol, cânfora), taninos.
Propriedades funcionais: diurético, antifúngico, anti-inflamatório. 
Dicas: pode ser consumido com frango, cenoura, batata, sopas, mandioca, ovelha, suíno e couve-flor.
 
Manjericão 
Princípio ativo: Eugenol, estragol, linaol, cineol, geraniol e citronelol.
Propriedades funcionais: a ação da erva é tanto anti-séptica quanto desintoxicante, ajudando o organismo a se restabelecer de todo tipo de infecção.
Dicas: Utilizado para “disfarçar” sabor do tofu, para cremes e molhos, tempero para peixes e saladas, azeites e molhos de tomate. 
 
Orégano 
Princípio ativo: carvacol
Propriedades funcionais: o carvacol, substância contida nas folhas, ativa as defesas do corpo, além de matar germes na comida, e combate à tosse, bronquite e cólicas intestinais, quando usada como infusão. 
Dicas: Utilizado no tempero de massas, vegetais, diretamente na salada, na sopa, na berinjela, deixar na mesa e colocar na comida. 
 
Hortelã 
Princípio ativo: mentol, óleos essenciais, taninos, flavonoides e cineol.
Propriedades funcionais: efeito laxativo, estimula peristaltismo, reduz flatulência, hepatoprotetora, efeito calmante, antimicrobiana e antiviral, antioxidante.
Dicas: Consumida com carne de ovelha, peixes, chás, sucos verdes, temperos para saladas.
 
Camomila
Princípio ativo: apigenina. 
Propriedades funcionais: calmante, refrescante e cicatrizante. Usada também no tratamento de gases, de distensão abdominal, de cólicas intestinais, de digestão lenta e de falta de apetite.
Dicas: Consumir na forma de chá.
 
737 visitas








Sua Opinião