VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 17º | 31º
Quinta-feira | 19 de Outubro de 2017 05:10

Mudança repentina

A jovem campo-larguense Vitoria Elen Evaristo sofre com tumor no cérebro, o qual foi diagnosticado em outubro do ano passado. Apesar de não conseguir mais fazer o tratamento, família pede ajuda para dar melhores condições a ela.

Por: Danielli Artigas de Oliveira

Uma menina bonita e saudável de repente teve uma mudança drástica em sua vida. A jovem campo-larguense Vitoria Elen Evaristo (15) tem um tumor no cérebro, o qual foi diagnosticado em outubro do ano passado. Desde então tem piorado bastante e a médica que cuida do caso diz não ter mais o que fazer e que sessões de quimioterapia só deixariam a saúde dela mais debilitada no momento.

Ela é de uma família humilde, com baixo rendimento mensal, pois o casal está desempregado. Apesar de não poder mais fazer o tratamento, a família pede ajuda para dar melhores condições a ela. A casa onde moram hoje, no Dona Fina, possui escada entre os cômodos, o que dificulta a locomoção dela, que já está com a saúde e os movimentos bem comprometidos.

O pai dela, Daniel, disse que eles querem construir uma casa pequena para que ela tenha mais condições de se locomover de cadeira de rodas, sozinha, para ter mais independência. Para isso, precisa de doação de madeira e materiais de construção. Quanto aos alimentos, informou que duas pessoas se comprometeram a doar por seis meses para manter a família, então não é necessária doação de comida.

Quem conseguir ajudar pode ligar direto para o Daniel no telefone 99618-2015 (também WhatsApp).

Uma reportagem divulgada na RICTV conta a história da menina, a qual também poderá ser conferida na próxima edição do jornal impresso da Folha. Assista clicando aqui.

Vitória com os pais

 

30565 visitas






Sua Opinião





  • Por Pedro Maia - 18 Julho 2017 | 22h30min

    Ola, gostaria que voces fossem falar com o pai dela, pois após pedir a doação de madeira e materiais de construçao e muitos de nós ajudarmos confiando na reportagem da folha de campo largo, ele agora diz que nao tem como reformar a casa e está pedindo doação de um terreno. Nao conheço nenhuma casa que nao seja passivel de reforma, portanto gostaria que voces verificassem com ele pois esgamks nos sentindo enganados pela folha. Doamos confiando na reportagem de voces e agora ficamos sabendo qhe ele só vai pegar os materiais de construcso que seriam pra reforma da atuam casa derles, quando ele ganhar um terreno. Gosto muito de ajudar mas nao gosto de me sentir enganado. Favor verificArem. Sei que a menina precisa muito e fico feljz em ajudar, mas estou com impressao de que o pai dela esta se aproveitando da situacak da filha para conseguir beneficios ppara ele. Obrigado.



Últimas Notícias