VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 16º | 21º
Sábado | 27 de Maio de 2017 08:45

Síndrome do intestino irritável 10/06/16


Por: Ana Lúcia
A Síndrome do Intestino Irritável é uma doença funcional que pode ser considerada como alterações do funcionamento do tubo digestivo caracterizada por manifestações gastrointestinais crônicas ou recorrentes, constipação e/ou diarreia e dor abdominal, não associada a qualquer alteração bioquímica ou estrutural conhecida clinicamente. Das pessoas acometidas por essa síndrome, a maioria são mulheres que se encontram no final da adolescência, ou antes dos 30 anos.
 
Essa doença pode ser definida por dor (tipo cólica, localizada na região inferior do abdômen) e distensão abdominais associados a um aumento da frequência de evacuação, com características de diarreia, eliminação de muco ou até endurecimento e fragmentação das fezes. O paciente  apresenta muitas vezes  urgência para evacuar, esforço excessivo e alívio ao defecar, porém com uma sensação de evacuação incompleta. As fases sintomáticas se alternam com fases assintomáticas, podendo ficar com até anos de intervalo.
 
O diagnóstico deve ser feito por um médico, através das queixas do paciente, analisando as frequências e a intensidade dos sintomas.
 
Em relação ao tratamento, algumas dicas nutricionais podem ser aconselhadas, como uma dieta rica em fibras e alto consumo de água.
 
Dicas Nutricionais:
 
Diminua o consumo de alimentos com gordura (industrializados e frituras), a gordura é responsável por acelerar os movimentos do intestino e podem provocar gases. Além disso, as gorduras saturadas e trans têm efeito maléfico na nossa flora intestinal;
Evite alimentos feitos com açúcar refinado e farinha branca, pois esses também desequilibram a  flora intestinal por alimentar as bactérias patogênicas.
Procure ingerir mais fibra insolúvel (trigo integral, vegetais de folhas verdes) em casos de constipação, pois estas são responsáveis por aumentar o bolo fecal, os movimentos peristálticos e consequentemente a evacuação.
Já em caso de diarreia, prefira as fibras solúveis (pêra, maçã, batata, cenoura), pois absorvem água formando um gel e melhorando a consistência das fezes.
Compostos como sorbitol e manitol presentes nos adoçantes artificiais podem causar quadros de diarreia.
É interessante que se suspenda alimentos com lactose e glúten para ver se os sintomas persistem;
Aumente o consumo de sementes, peixes e brotos.
 
1072 visitas








Sua Opinião