11h59 - 03 de Março de 2015

Policial

Homicídios

11-01-2010

Dois dos crimes, que a polícia suspeita da participação de  Jonathan Francisco (20), o “Cicatriz” e João Carlos Araújo de Souza (18), o “João Chaveirinho”, aconteceram na madrugada de 29 de dezembro. Uma das vítimas é o pintor Ricardo Severiano Pires (28), que morava no bairro do Rivabem e que foi identificado oficialmente no Instituto Médico Legal de Curitiba, na sexta-feira (8), pelo irmão Alexandre Severiano Pires. O rapaz foi assassinado na estrada que liga as localidades do Guabiroba e Felpudo e foi atingido com quatro tiros de calibre 9 milímetros, sendo três na cabeça e um no peito.  De acordo com Alexandre, seu irmão era usuário de drogas e havia saído de casa na noite anterior.
     No local do crime, segundo informações de policiais, foi visto um veículo Saveiro de cor branca saindo do local após a detonação dos tiros. Na mesma madrugada, foi encontrada morta na Estrada de Bateias, bairro do Miqueleto, Lilian Rosa Martins dos Santos (24). Ela levou 8 tiros na cabeça e face, todos de pistola calibre 380. “Acreditamos que os ocupantes da Saveiro, que podem ser Jonathan e João Carlos, devam ter participação nestes dois crimes. Estamos esperando que outras testemunhas compareçam na delegacia para prestar depoimento e assim indiciar a dupla por mais estes dois crimes”, frisou o investigador Marcos Antonio Gogola.
Jardim das Carmélias
     O outro homicídio, que policiais investigam e acham que Jonathan e João Carlos participaram aconteceu no dia 22 de dezembro, na rua Antonio Lopes das Silva, Jardim das Carmélias. No local foi encontrado com um tiro disparado a queima roupa no rosto, o jovem Evandro Prusch (23). Durante a madrugada, uma moradora da região constatou a presença de um veículo de cor preta, que pode ser o Peugeot apreendido na Ferraria e momentos mais tarde ouviu o barulho do disparo de quatro tiros.

1023 visitas


Comentários

Fechar
Atenção Internautas: A Folha de Campo Largo não interfere na opinião dos leitores. Os internautas são responsáveis pelos seus comentários, inclusive juridicamente, se for o caso, até porque os comentários ficam gravados por até três meses e, se necessário, é possível identificar o IP, endereço, nome do proprietário da máquina etc. Não existe anonimato. A nossa única interferência é não publicar as opiniões que tenham palavrões e xingamentos preconceituosos, para evitar discussão. Todas as opiniões publicadas, o são, na íntegra, sem modificações, inclusive com os eventuais erros de Português. Só solicitamos aos internautas que utilizem esse espaço para uma discussão sóbria, civilizada e construtiva. A Folha não emite opiniões e nem entra nas discussões dos internautas.

Envie seu comentário:


Vídeos

Assalto ao Subway no dia 02 fev 2015. Ladrões levaram R$ 1 mil e um Duster de cliente

Últimas Notícias

Por volta das 16 horas desta segunda-feira (02), uma residência na rua Marechal Floriano, bairro Ouro Verde, foi invadida por homens armados, eles estavam em um veículo HB20 de cor branca. Os marginais aterrorizaram as vítimas e cometeram o assalto.
Residência invadida por marginais na Vila Bancária Por volta de 20 horas desta segunda-feira (02), homens armados invadiram a residência de Altivir Bronholo na rua Santos Dumont, na Vila Bancária, e renderam familiares. Os marginais - quatro elementos em carro branco - roubaram vários objetos da casa e uma Camionete Amarok placas AXC-8230.
Acidente por volta das 19h15min desta segunda-feira (02) na Avenida Centenário esquina com a rua Subestação de Enologia, na Vila Bancária. A colisão envolveu o veículo Fiat Pálio placas AVB-6421 e o ciclista Mauro Cesar Medina, de 41 anos, que foi socorrido pela equipe do Samu e encaminhado ao Hospital do Rocio, com ferimentos moderados.
Opção de desvio em caso de congestionamentos devido às obras da RodoNorte que iniciam nesta terça-feira.
Polícia Militar prendeu por volta das 17h50min deste domingo (1°), próximo ao Móveis Campo Largo, o suspeito de matar a mulher no Centro. Ederson Hey (30), que já foi preso em Guarapuava, confessou ter matado sua companheira de 8 anos de convivência, com golpes de alicate, nas costas. Segundo o seu relato, Silvia Regina Ferraz (28) estaria devendo drogas na cidade e se ele não a matasse, iria morrer. Ambos eram moradores de rua.

Enquetes

Na sua opinião, qual o principal motivo para tanta violência?

Colunistas

Ana Lúcia
Saúde
Andressa
Social
Barbosa
Social
Carioca
Social
Lauro
Esportes
Michele
Educação

Policial

Geral

Esportes

Saúde

Política

Social

Guia Folha


Impressos


Especial de Natal




Rua Gonçalves Dias, 1127 - Campo Largo / PR
Telefone: (41) 3032-3838