VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 18º | 23º
Sexta-feira | 09 de Dezembro de 2016 13:20

Campo-larguenses reclamam de rotatória na Expedicionários

A Folha já recebeu diversas reclamações de motoristas campo-larguenses sobre a rotatória na Avenida dos Expedicionários.

Por: Jhonatan

16/08/2013

A Folha já recebeu diversas reclamações de motoristas campo-larguenses sobre a rotatória na Avenida dos Expedicionários. Eles alegam que este é um importante ponto de acesso ao Itaqui, Balsa Nova, Jardim Céu Azul e Moradias Bom Jesus e que deveria ter sido melhor planejada e executada.
 
Um dos leitores da Folha disse que a rotatória é mal projetada e que os carros grandes têm muita dificuldade em transitar pela mesma e fazer manobra. Com a revitalização desta via e da Rua Ademar de Barros havia esperança de que fosse melhorar, mas a situação continuou.
Em contato com a assessoria da Prefeitura Municipal, foi enviado nota de que a Comlar foi responsável pela revitalização da via e que segundo os responsáveis, “a obra de Reurbanização da Av. dos Expedicionários aconteceu em 2 etapas: a 1ª delas entre 2008 e 2009, na gestão passada, quando foi implantada a rotatória no cruzamento com a Rua Ademar de Barros. E agora, entre 2012 e 2013, ocorreu a 2ª etapa, complementando o trecho que não havia sido contemplado naquela época, mas que já estava previsto e projetado desde a época da execução da 1ª etapa.
 
Trata-se na verdade de uma Mini-Rotatória, dispositivo muito usado atualmente nas cidades brasileiras devido à falta de espaço. Uma das funções do dispositivo é justamente “dificultar” a passagem dos veículos para diminuir a velocidade do tráfego e proporcionar mais segurança. Para veículos grandes (ônibus, caminhões), existe a área de circulação em “paver” para possibilitar o movimento, mas, é claro, com baixa velocidade.”
 
De acordo com informação repassada pela Secretaria de Viação e Obras, “está sendo estudado um projeto de substituição dos pavers por asfalto. A previsão é que até o final do mês a obra já tenha sido concluída. A troca traz durabilidade, já que são veículos pesados que utilizam essa área de circulação.
1494 visitas






Sua Opinião





  • Por Vergonha - 16 Agosto 2013 | 23h35min

    Vocês já sabem: ficará assim! O "velho" não tem mais energia pra fazer a cidade mudar! É a realidade! Campolarguenses foram enganados! Todos que se sobressaem na administração são demitidos ou realocados para funções ineptas... Aguentar mais 3 anos é nosso destino.

  • Por Pedrinho Muchenski - 16 Agosto 2013 | 22h38min

    E as calçadas em torno da rotatória foram todas quebradas pela empreteira na segunda entapa da obra e ficaram assim e o gestão atual aceitou receber a obra assim, olha o risco que os pedestres e principalmente as crianças estão correndo por ter que andar no alfalto pela falta da calçada que foi quebrada por relacho da empreiteira e nossos representantes que pagamos muito bem não fizeram nada como se tudo estivesse ótimo se acontecer de falecer alguém por falta destas calçadas podemso incriminar esses inresponsáveis estamos de olho.

  • Por Indignado - 16 Agosto 2013 | 13h28min

    Essa rotatória já foi consertada várias vezes e sempre está quebrada, pois tanto caminhão quanto ônibus é dificílimo fazer manobras ali.