23h36 - 28 de Julho de 2015

Geral

Campo-larguenses reclamam de rotatória na Expedicionários

16/08/2013

A Folha já recebeu diversas reclamações de motoristas campo-larguenses sobre a rotatória na Avenida dos Expedicionários. Eles alegam que este é um importante ponto de acesso ao Itaqui, Balsa Nova, Jardim Céu Azul e Moradias Bom Jesus e que deveria ter sido melhor planejada e executada.
 
Um dos leitores da Folha disse que a rotatória é mal projetada e que os carros grandes têm muita dificuldade em transitar pela mesma e fazer manobra. Com a revitalização desta via e da Rua Ademar de Barros havia esperança de que fosse melhorar, mas a situação continuou.
Em contato com a assessoria da Prefeitura Municipal, foi enviado nota de que a Comlar foi responsável pela revitalização da via e que segundo os responsáveis, “a obra de Reurbanização da Av. dos Expedicionários aconteceu em 2 etapas: a 1ª delas entre 2008 e 2009, na gestão passada, quando foi implantada a rotatória no cruzamento com a Rua Ademar de Barros. E agora, entre 2012 e 2013, ocorreu a 2ª etapa, complementando o trecho que não havia sido contemplado naquela época, mas que já estava previsto e projetado desde a época da execução da 1ª etapa.
 
Trata-se na verdade de uma Mini-Rotatória, dispositivo muito usado atualmente nas cidades brasileiras devido à falta de espaço. Uma das funções do dispositivo é justamente “dificultar” a passagem dos veículos para diminuir a velocidade do tráfego e proporcionar mais segurança. Para veículos grandes (ônibus, caminhões), existe a área de circulação em “paver” para possibilitar o movimento, mas, é claro, com baixa velocidade.”
 
De acordo com informação repassada pela Secretaria de Viação e Obras, “está sendo estudado um projeto de substituição dos pavers por asfalto. A previsão é que até o final do mês a obra já tenha sido concluída. A troca traz durabilidade, já que são veículos pesados que utilizam essa área de circulação.
1211 visitas

Comentários

Fechar
Atenção Internautas: A Folha de Campo Largo não interfere na opinião dos leitores. Os internautas são responsáveis pelos seus comentários, inclusive juridicamente, se for o caso, até porque os comentários ficam gravados por até três meses e, se necessário, é possível identificar o IP, endereço, nome do proprietário da máquina etc. Não existe anonimato. A nossa única interferência é não publicar as opiniões que tenham palavrões e xingamentos preconceituosos, para evitar discussão. Todas as opiniões publicadas, o são, na íntegra, sem modificações, inclusive com os eventuais erros de Português. Só solicitamos aos internautas que utilizem esse espaço para uma discussão sóbria, civilizada e construtiva. A Folha não emite opiniões e nem entra nas discussões dos internautas.
Por Vergonha em 16/08/2013 às 23:35:
Vocês já sabem: ficará assim! O "velho" não tem mais energia pra fazer a cidade mudar! É a realidade! Campolarguenses foram enganados! Todos que se sobressaem na administração são demitidos ou realocados para funções ineptas... Aguentar mais 3 anos é nosso destino.
Por Pedrinho Muchenski em 16/08/2013 às 22:38:
E as calçadas em torno da rotatória foram todas quebradas pela empreteira na segunda entapa da obra e ficaram assim e o gestão atual aceitou receber a obra assim, olha o risco que os pedestres e principalmente as crianças estão correndo por ter que andar no alfalto pela falta da calçada que foi quebrada por relacho da empreiteira e nossos representantes que pagamos muito bem não fizeram nada como se tudo estivesse ótimo se acontecer de falecer alguém por falta destas calçadas podemso incriminar esses inresponsáveis estamos de olho.
Por Indignado em 16/08/2013 às 13:28:
Essa rotatória já foi consertada várias vezes e sempre está quebrada, pois tanto caminhão quanto ônibus é dificílimo fazer manobras ali.

Envie seu comentário:


Vídeos

Leitora registra momento logo após o caminhão colidir em muro de uma residência na Avenida Padre Natal Pigatto na noite de quarta-feira, 22 de julho

Últimas Notícias

Polícia Militar em abordagem na Travessa da Curva, no bairro Bom Jesus, por volta das 10 horas desta terça-feira (28), apreendeu um menor com drogas. Policiais militares do Grupo Tático, em patrulhamento pela região, avistaram o menor, de 17 anos, em atitude suspeita. Ao realizar a abordagem foram encontradas com o mesmo 27 pedras de Crack e mais uma porção da droga.
Tático apreende arsenal de armas no Jd Rondinha Um arsenal de armas foi apreendido na rua Ângelo Merotto, no Jardim Rondinha, por volta das 15h desta terça-feira (28). Recebendo denúncia de disparo de arma de fogo no endereço, policiais do Grupo Tático da 3ª. Cia da Polícia Militar fizeram buscas em uma residência e apreenderam várias armas. O proprietário da residência, Valdomiro Krasniak, de 59 anos, recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a 3ª DRP de Campo Largo para providências cabíveis.
Colisão na Rua Gonçalves Dias, ao lado do Banco Bradesco, há poucos minutos. O condutor de um Celta vermelho com placas de Guaratuba ia entrar no estacionamento à esquerda quando acabou colidindo no Siena branco placas AVE0198 de Balsa Nova que transitava pela faixa da esquerda.
Por volta de 11h30 Ari Andrade foi atropelado na Rua Caetano Munhoz da Rocha, próximo a Lagoa, e foi levado ao Hospital do Rocio. O veículo atropelador era conduzido por homens bêbados que foram embora sem prestar socorro. Populares têm a identificação dos suspeitos. A vítima foi arremessada dentro de uma valeta e o retrovisor do carro ficou no local.
Veículo desgovernado capota e cai em barranco no Jardim Social na noite desta sexta-feira (24). Socorristas do Siate e homens do Corpo de Bombeiros estiveram no local prestando atendimento ao motorista que foi parar na ribanceira com o carro. Levi Ferreira Martins, 56 anos, foi encaminhado ao Hospital do Rocio, com ferimentos leves.

Colunistas

Ana Lúcia
Saúde
Andressa
Social
Barbosa
Social
Carioca
Social
Lauro
Esportes
Michele
Educação

Guia Folha


Impressos




Rua Gonçalves Dias, 1127 - Campo Largo / PR
Telefone: (41) 3032-3838