18h55 - 25 de Agosto de 2016

Geral

Enem

20/08/2013

Fonte:G1.com

Foto:Reprodução

O professor do Colégio Chritus, de Fortaleza, foi condenado a seis anos de reclusão pelo vazamento de 14 questões do Exame Nacional do Ensino Média (Enem) em 2011. Na época, o professor distribuiu um simulado do exame que continha questões iguais às que foram usadas no Enem. A decisão condenatória foi publicada nesta segunda-feira (19)

Segundo denúncia do Ministério Público Federal, o professorJahilton Motta havia conseguido as questões por meio do pré-teste, uma prova realizada um ano antes do Enem para definir o nível de dificuldades das questões do exame nacional e que, em alguns casos, tem questões aplicadas também no Enem.

"Registro os seguintes dados quanto ao réu Jahilton José Motta: culpabilidade grave, porquanto sua conduta se deu de modo a abusar de relação de confiança de seus alunos e companheiros professores", afirmou o juiz Danilo Fontenelle Sampaio na setença. O juiz determinou também o pagamento de multa de 400 salários mínimos, que deve ser pago em até 10 dias após a decisão condenatória.

O juiz afirmou ainda que o vazamento das questões "ocasionou transtornos a diversos alunos em todo o Brasil e à própria administração pública federal, que se viu obrigada a fazer profundo levantamento quanto à real extensão do ato delituoso que comprometeu a própria credibilidade da seleção de alunos pelo Enem".

O professor foi condenado por comprometer o conteúdo sigiloso da prova do exame nacional, que teve 300 mil inscrições em 2011, e por estelionato. Outras quatro pessoas denunciadas pelo Ministério Público Federal no Ceará foram absolvidas. O G1 tentou ouvir o advogado do professor e do Colégio Christus, mas as ligações não foram atendidas.

O Ministério Público Federal também havia pedido a anulação das questões vazadas, que foi negado pela Justiça. As questões, no entanto, foram anuladas para os estudantes do Christus. Na época, o Inep afirmou que a questão anulada apenas para os alunos cearenses iria garantir a isonomia da avaliação.

474 visitas

Comentários

Fechar
Atenção Internautas: A Folha de Campo Largo não interfere na opinião dos leitores. Os internautas são responsáveis pelos seus comentários, inclusive juridicamente, se for o caso, até porque os comentários ficam gravados por até três meses e, se necessário, é possível identificar o IP, endereço, nome do proprietário da máquina etc. Não existe anonimato. A nossa única interferência é não publicar as opiniões que tenham palavrões e xingamentos preconceituosos, para evitar discussão. Todas as opiniões publicadas, o são, na íntegra, sem modificações, inclusive com os eventuais erros de Português. Só solicitamos aos internautas que utilizem esse espaço para uma discussão sóbria, civilizada e construtiva. A Folha não emite opiniões e nem entra nas discussões dos internautas.

Envie seu comentário:




Vídeos

Tocha Olímpica em Campo Largo

Colunistas

Ana Lúcia
Saúde
Andressa
Social
Barbosa
Social
Carioca
Social
Lauro
Esportes
Michele
Educação

Guia Folha


Impressos


Especial Dia das Mães




Rua Gonçalves Dias, 1127 - Campo Largo / PR
Telefone: (41) 3032-3838