08h24 - 31 de Outubro de 2014

Geral

Enem

20/08/2013

Fonte:G1.com

Foto:Reprodução

O professor do Colégio Chritus, de Fortaleza, foi condenado a seis anos de reclusão pelo vazamento de 14 questões do Exame Nacional do Ensino Média (Enem) em 2011. Na época, o professor distribuiu um simulado do exame que continha questões iguais às que foram usadas no Enem. A decisão condenatória foi publicada nesta segunda-feira (19)

Segundo denúncia do Ministério Público Federal, o professorJahilton Motta havia conseguido as questões por meio do pré-teste, uma prova realizada um ano antes do Enem para definir o nível de dificuldades das questões do exame nacional e que, em alguns casos, tem questões aplicadas também no Enem.

"Registro os seguintes dados quanto ao réu Jahilton José Motta: culpabilidade grave, porquanto sua conduta se deu de modo a abusar de relação de confiança de seus alunos e companheiros professores", afirmou o juiz Danilo Fontenelle Sampaio na setença. O juiz determinou também o pagamento de multa de 400 salários mínimos, que deve ser pago em até 10 dias após a decisão condenatória.

O juiz afirmou ainda que o vazamento das questões "ocasionou transtornos a diversos alunos em todo o Brasil e à própria administração pública federal, que se viu obrigada a fazer profundo levantamento quanto à real extensão do ato delituoso que comprometeu a própria credibilidade da seleção de alunos pelo Enem".

O professor foi condenado por comprometer o conteúdo sigiloso da prova do exame nacional, que teve 300 mil inscrições em 2011, e por estelionato. Outras quatro pessoas denunciadas pelo Ministério Público Federal no Ceará foram absolvidas. O G1 tentou ouvir o advogado do professor e do Colégio Christus, mas as ligações não foram atendidas.

O Ministério Público Federal também havia pedido a anulação das questões vazadas, que foi negado pela Justiça. As questões, no entanto, foram anuladas para os estudantes do Christus. Na época, o Inep afirmou que a questão anulada apenas para os alunos cearenses iria garantir a isonomia da avaliação.

315 visitas

Comentários

Fechar
Atenção Internautas: A Folha de Campo Largo não interfere na opinião dos leitores. Os internautas são responsáveis pelos seus comentários, inclusive juridicamente, se for o caso, até porque os comentários ficam gravados por até três meses e, se necessário, é possível identificar o IP, endereço, nome do proprietário da máquina etc. Não existe anonimato. A nossa única interferência é não publicar as opiniões que tenham palavrões e xingamentos preconceituosos, para evitar discussão. Todas as opiniões publicadas, o são, na íntegra, sem modificações, inclusive com os eventuais erros de Português. Só solicitamos aos internautas que utilizem esse espaço para uma discussão sóbria, civilizada e construtiva. A Folha não emite opiniões e nem entra nas discussões dos internautas.

Envie seu comentário:


Vídeos

Campo Largo é a cidade mais atingida pelos temporais do fim de semana (Vídeo RPCTV)

Últimas Notícias

Uma mulher caiu de um jardim de inverno em um restaurante na Des. Clotário Portugal e está em estado grave. Policial informou que um helicóptero deve vir para socorrê-la.
AVISO DE UTILIDADE PÚBLICA - CAMPO LARGO Dano em equipamento pode deixar comprometido o abastecimento em bairros de Campo Largo A Sanepar informa que uma das bombas utilizadas para o abastecimento de Campo Largo quebrou-se. A bomba fica na Elevatória da Estação de Tratamento de Água Itaqui e é responsável por levar água para diversos bairros das partes mais altas da cidade. A equipe de manutenção da Sanepar já está trabalhando para recuperar o equipamento, mas podem ocorrer situações de desabastecimento ou baixa pressão nesta quarta (29/10) e na quinta-feira (30/10/2014). A Sanepar prevê a normalização no abastecimento para sexta-feira (31). Além das partes altas do centro da cidade e do Itaboa, os locais mais atingidos são: Águas Claras, Andreassa, Bom Jesus, Ferrari, Francisco Gorski, Jardim Denize, Jardim Esmeralda, Jardim Miranda, Lamback, Loteamento Bieda, Loteamento São Francisco, Moradias Bom Jesus, Nova Trento, Ouro Preto, Ouro Verde, Partênope, Popular Nova, Popular Velha, Residencial Tiqueto, Rivabem I e Rivabem II, Rua Ema Taner de Andrade, São Marcos e Vila Bancária. Clientes que não possuem caixa-d?água domiciliar podem ficar desabastecidos temporariamente. A Sanepar lembra que, de acordo com norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o cliente deve instalar caixa-d?água com capacidade para atender as necessidades de seu imóvel por, no mínimo, 24 horas. O reservatório domiciliar deve armazenar pelo menos 500 litros. A Sanepar pede a colaboração de todos para que a população utilize a água apenas para serviços essenciais, evitando desperdícios. O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 115. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula. Acompanhe mais informações pelo site www.sanepar.com.br, pelo twitter e pelo facebook.
Estrutura bem organizada no Ginásio da Rondinha para a eleição.
Alagamento também na Avenida do Centenário no final desta tarde. Com a chuva e provavelmente muitos entulhos despejados no Rio Cambuí, o rio transbordou e alagou a região.
Mais leitores que moram próximo ao Condor enviaram fotos do alagamento.

Enquetes

Na sua opinião, qual o principal motivo para tanta violência?

Guia Folha


Impressos




Rua Gonçalves Dias, 1127 - Campo Largo / PR
Telefone: (41) 3032-3838