VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 12º | 22º
Quarta-feira | 22 de Novembro de 2017 23:45

21 mil multas na BR-277 emitidas esse ano geram preocupação

As causas são inúmeras, mas a campeã é o não pagamento do pedágio. Em segundo lugar, relacionado à velocidade acima dos 20% permitidos e, em terceiro lugar, veículos lentos que insistem em permanecer na faixa da esquerda

Por: Redação

Foi espantoso quando a Redação recebeu da Polícia Rodoviária Federal o relatório das multas emitidas desde janeiro até setembro desse ano. No relatório, que veio em forma de lista, foi possível constatar que foram emitidas mais de 21 mil multas apenas no trecho entre Balsa Nova e Campo Largo na 277. As causas são inúmeras, mas a campeã é o não pagamento do pedágio. Em segundo lugar, relacionado à velocidade acima dos 20% permitidos e, em terceiro lugar, veículos lentos que insistem em permanecer na faixa da esquerda.

Em teoria, todos os motoristas devem conhecer o Código Brasileiro de Trânsito, o qual contém todas as normas, pensadas para que o relacionamento de motoristas, motociclistas e pedestres seja o mais harmonioso possível. É bem verdade que não precisamos ter em mente 100% das normas, mas o bom senso existe para ser usado. Com, no mínimo, 18 anos já é possível ter consciência do que está fazendo errado e como aquilo pode gerar consequências sérias, levando inclusive a acidentes com feridos e até mortos.

Vale ressaltar que o que estamos analisando aqui não é o número ou o valor arrecadado pelo pagamento das multas, mas sim o perfil de motoristas que transitam por esse trecho da BR-277. Se foram 21 mil multas, milhares de motoristas foram imprudentes, e provavelmente há casos em que receberam mais de uma multa.

Além disso, recebemos também a proposta de um campo-larguense que sugere ou a ampliação da BR-277 para três faixas ou então o desvio de veículos pesados para a PR-423, em Araucária. A mudança para a PR precisa ser analisada por especialistas, visto que a pista é simples e poderia causar até mesmo acidentes mais sérios, mas quem de nós, motoristas, nunca se questionou sobre alguma alternativa quando um veículo de grande porte insiste em ultrapassar outro caminhão em uma das subidas, fazendo com que se formem filas... Relembrando que esse tipo de ultrapassagem está em terceiro lugar com o maior número de multas... A Folha já levantou por inúmeras vezes a bandeira de que precisamos da terceira faixa no sentido à capital.

Essa petição pode não ser aprovada, mas é importante encorajar a população a procurar alternativas para seus próprios dilemas, no caso desse morador em específico, é o trânsito, porém sabemos bem que há muitas outras coisas que precisam ser mudadas. Para o trânsito, cabe a nós nos reeducarmos e educar as futuras gerações para que elas se tornem motoristas melhores. Pode parecer clichê, porém não há outra saída. Podem ser feitas transposições, faixas adicionais, colocação de radares, passarelas, mas motoristas, ciclistas e pedestres imprudentes sempre irão existir se não for feito algo para mudar desde a educação básica e o respeito ao próximo.

1057 visitas








Sua Opinião