VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 14º | 21º
Terça-feira | 12 de Dezembro de 2017 17:36

Campo Largo entra no seleto grupo de cidades Grifols

De Campo Largo, a Grifols vai abastecer todo o mercado brasileiro, que é um dos maiores do mundo, além do mercado latinoamericano

Por: Redação

A inauguração da Grifols, no dia 21, terça-feira passada, não foi apenas a inauguração de uma nova e importante fábrica na cidade. O evento é de tão excepcional importância, que pode até mesmo, num futuro próximo, mudar radicalmente o “status” do Município, hoje Capital da Louça. Tudo o que produzimos aqui é de alta qualidade, desde os motores automotivos da FPT (Fiat), da cerâmica de alta qualidade Incepa, Schmidt, Germer e outras, de embalagens cartonadas (Sig Combibloc), às máquinas pesadas da Caterpillar e de inúmeros produtos que orgulham os campo-larguenses, como o ouro e outros minerais dos contrafortes do Purunã, à Àgua Mineral Ouro Fino ou os pães Charlotte.

Sim, como o Hospital do Rocio e toda a rede hospitalar de excelência da cidade, a Grifols ajuda a colocar, definitivamente, Campo Largo no seleto grupo de cidades mundiais que produzem vida. Uma das mais importantes indústrias da Espanha, produtora de bolsas de coleta e fracionamento de sangue, que antes eram importadas da matriz na Espanha, a Grifols não é apenas produtora de bolsas de sangue. Presente em 30 países, o grupo industrial Gri-Cei é tão versátil e organizado que, para melhor administrar os seus mais de 18 mil funcionários, em todo o mundo, possui a sua própria agência de viagens, e sabe onde está cada colaborador, em qual avião está viajando, em qual hotel está hospedado. E a agência de viagens da Grifols é uma das maiores e mais importantes da Espanha.

Não se investe 16 milhões de Euros em um projeto se não houver um estudo detalhado, profundo, do Mercado. Há 20 anos a empresa já pensava nesse dia 21 de novembro de 2017, quando inauguraria a sua unidade de produção de bolsas para sangue, em Campo Largo. De Campo Largo, a Grifols vai abastecer todo o mercado brasileiro, que é um dos maiores do mundo, além do mercado latinoamericano. E, ao que parece, não para por aí. Os hemoderivados estão entre os produtos mais importantes da empresa, e serão, no futuro, produzidos também aqui.

A presença de Víctor Grífols Roura - presidente da Grifols que cobrou publicamente, em seu discurso de inauguração da unidade, agilidade das autoridades federais brasileiras para a liberação das autorizações para o funcionamento da empresa no Brasil - por si só mostra o nível em que a indústria opera. Eles não vieram para o Brasil para uma aventura, vieram colocar o País num outro patamar industrial, na área de saúde, de hemoderivados, e Campo Largo, por sua posição estratégica, pela excelência da sua mão de obra, e pela receptividade das autoridades do Paraná, e do Município, foi escolhida para sua sede.

A partir de agora Campo Largo não é mais somente a Capital da Louça, da Cerâmica, da Porcelana, dos motores automotivos, do ouro, da água mineral e das embalagens cartonadas, mas é, também, a Capital da Saúde brasileira, a capital latioamericana da espanhola Grifols. Sejam bem-vindos hermanos.

1169 visitas








Sua Opinião





  • Por Elias David - 01 Dezembro 2017 | 10h15min

    Fantastica noticia,sejam BEM_VINDOS.Viva Campo Largo.Tenho orgulho de ser CAMPOLARGUENSE.

  • Por GUSTAVO HENRIQUE PEDROZO - 28 Novembro 2017 | 12h20min

    Para conseguir uma vaga de emprego na grifols tem que ir aonde?

  • Por Acessibilidades-Degraus na calçada - 28 Novembro 2017 | 10h00min

    Esqueceram de avisar esta importante empresa de respeitar as vias de acessos, de frente à mesma, na calçada, em vez de fazer rampas deixaram uns degraus onde circulam os pedestres. Cadeirantes e carrinhos de bebês não foram levados em consideração.
    Fiscais da prefeitura devem ter vistos...na inauguração que participaram das festanças.
    Ainda Há tempo de corrigir esta falha, pensando num mundo melhor para todos...