VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 14º | 29º
Quarta-feira | 20 de Setembro de 2017 08:06

Centro de Eventos

Marcelo Puppi quer Centro de Eventos na área da Legrand, para se tornar um polo de atração turística, comercial, de negócios e de lazer para a população.

Por: Germano

17/10/2016

O prefeito eleito de Campo Largo, Marcelo Puppi, já deu o primeiro passo para que o Município adquira os imóveis da Legrand, no Botiatuva, para transformá-lo no Centro de Eventos de Campo Largo, já em 2017. Em sua Administração, Marcelo pretende transformar aquele local num grande polo de atração turística, comercial, de negócios e de lazer para a população, com Feira da Louça permanente, além de convenções e eventos culturais.

Já trabalhando para por em prática as propostas para a nova gestão, Marcelo Puppi viajou na última sexta-feira (07) para São Paulo, onde participou de uma reunião com o Presidente da Legrand no Brasil, Phillipe Bastard e com André Brambilla, gerente de operações do País. Após essa reunião, foi realizada uma conferência com diretores de outras localidades que representam o conjunto do grupo Legrand no Brasil.

Marcelo destacou que esse foi o passo inicial das negociações para que a sede da empresa em Campo Largo se torne o novo Centro de Eventos da cidade. No primeiro dia da sua administração, ele quer entregar uma proposta formal, com um modelo de negociação para que o Município possa adquirir os imóveis da Legrand no Botiatuva. Já ciente dos valores pedidos pela empresa, para a propriedade, o prefeito eleito vai trabalhar para conseguir junto aos governos Estadual e Federal os recursos para o projeto.

Segundo o prefeito eleito, a Diretoria da Legrand demostrou grande interesse em negociar com o Município, dando preferência nas negociações e se comprometendo a comunicar a nova gestão, caso existam outros interessados. Ele adiantou que apenas manifestou aos diretores da Legrand o seu interesse, pois ainda não pode falar pelo Município, lembrando que esse primeiro passo era importante, para que eles saibam que a futura administração do Município tem esse objetivo.

9850 visitas








Sua Opinião





1 2 >>
  • Por santodeus - 05 Novembro 2016 | 11h13min

    O que que o Marcelo tem que se meter em centro de eventos, deixa isso pra la,será que Legrand tá de vento tanto assim em imposto para o município que quer ver o espaço par prefeitura onde isso só será usado uma vez no ano e restante vai ficar criando mato, rato, cupim, carneiro dos vizinhos, vaca, boi, cabrita, usuários de diversas ..............em fim é melhor para aluguem que vai ficar mais barato, se ele fizer que ele muito.......................o

  • Por carlos - 03 Novembro 2016 | 15h15min

    Tem que trazer uma grande empresa no lugar da legrand, onde vai gerar empregos, não um centro de eventos que iria usar apenas uma semana no ano e ficando parado o restante gerando manutenção e custos.

  • Por Josiane - 19 Outubro 2016 | 15h50min

    Será que está querendo pagar a campanha política?

  • Por ze merenda - 19 Outubro 2016 | 12h19min

    Béco , , pode comprar essa Legrand falida ai , senão eu mesmo compro e abro um cepo de um bar la..

  • Por Carlos - 18 Outubro 2016 | 23h59min

    Estamos mortos, nem estrou e já está fazendo conta com o dinheiro do povo.

1 2 >>